Dupla de Campo Limpo é presa após noitada em casas de prostituição

Dois moradores de Campo Limpo Paulista foram presos em Jundiaí por extorsão contra um jovem de 18 anos, morador de São Paulo. Os três foram encontrados no carro de um dos acusados, um Gol, onde a vítima permanecia como refém.

A localização do veículo foi possível após o patrão de um amigo do rapaz, com quem ele estava momentos antes, seguir o carro dos sequestradores e avisar a Polícia Militar. Ao ser libertado, o jovem disse que, além das ameaças, sofreu agressões.

Em depoimento, ele contou toda a história, que incluiu idas naquela noite a duas casas de prostituição. Disse que foi com o amigo, de 21 anos, até um prostíbulo de Jundiaí, na rua JJ Rodrigues, e ali conheceram os dois homens de Campo Limpo Paulista.

Em determinado momento, foram convidados a ir a outra casa de prostituição e aceitaram, sendo levados pelos dois homens em um Gol até o Jardim Itatinga, em Campinas.

Entraram em outra boate no bairro e permaneceram por algum tempo bebendo, até que o declarante foi acusado de furtar objetos do Gol. Acreditando que se tratava de um esquema dos dois homens, o jovem disse que passou a ser ameaçado e que seu amigo foi obrigado a pagar a conta do que os quatro consumiram no local.

Ele contou que todos voltaram a Jundiaí e que seu amigo foi deixado em seu local de trabalho, enquanto ele teve de permanecer como refém no carro. Não imaginava que o patrão do colega fosse seguir o carro e avisar a polícia.

Com a prisão, a dupla foi levada ao Plantão Policial. Ambos moradores de Campo Limpo Paulista, resolveram não prestar depoimento e foram autuados em flagrante por extorsão, sem direito à fiança.

O crime é previsto pelo artigo 158 do Código Penal, com pena de reclusão de seis a 12 anos, além do pagamento de multa, quando cometido “mediante a restrição da liberdade da vítima”.
No caso os acusados, como praticaram juntos o delito, também podem ter a pena aumentada de um terço até metade, conforme dispõe o parágrafo primeiro do artigo 158.

VIA – Imprensa Policial

Compartilhe essa notícia

Quem foi: Madre Teresa de Calcutá?

Madre Teresa foi a fundadora da Ordem das Missionárias da Caridade, uma congregação católica romana de mulheres dedicadas a ajudar os pobres. Considerada uma das maiores humanitárias do século XX, foi canonizada como Santa Teresa de Calcutá em 2016. Quem

Leia mais »

Inscreva-se em nossa news

Em nossa região

Preencha as informações

Oferecemos uma forma auxiliar para ajudar em buscas de pessoas desaparecidas. Pedimos que entre em contato com as centrais de policia mais próxima.

Preencha as informações

Só envie os dados se já tiver procurado as autoridades