Sábado de ‘Super vacinação’ em Jundiaí

Neste sábado (25), várias Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Jundiaí estarão abertas para a aplicação de vacinas para a maior rapidez no atendimento à população, já que os equipamentos estarão dedicados ao atendimento vacinal.

A “Supervacinação” tem como foco a aplicação de doses de COVID-19, Sarampo e Influenza, com a ampliação dos grupos que podem receber as aplicações.

A partir de sábado, pessoas a partir de 40 anos poderão receber nova dose adicional COVID-19, além da liberação da aplicação da dose de vacina contra influenza para toda a população, a partir de seis meses de idade.

Estarão abertas as unidades Clínica Família II Almerinda Chaves, Fazenda Grande, Rami, Jardim do Lago, Hortolândia, Maringá, Colônia e Anhangabaú, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 15h30. Já a UBS Santa Gertrudes e UBS Ivoturucaia, que abrirão das 8h às 12h.

Até o balanço encerrado no sábado (18), 116.989 pessoas estão com aplicação da vacina contra COVID-19 atrasada. Dessas, 17.070 estão com D2 em atraso e 99.919 com a D3. A idade com mais faltosos é de 30 a 39 anos para D3 e de 5 a 11 anos para D2.

Já a vacina contra Influenza (gripe) foi aplicada, de acordo com o último balanço da Vigilância Epidemiológica (VE), em 81.717 pessoas. Dessas, 47.748 são pessoas com mais de 60 anos (o que equivale a 64,27% da população estimada nesta faixa etária), 10.281 trabalhadores da saúde (89,95%), 9.131 crianças (38,32%), 1.090 gestantes (25,08%), 189 puérperas (26,47%), 2.160 professores (40,68%), 51 pessoas com deficiência permanentes (0,51%), 399 profissionais das forças armadas (69,63%), 1.244 pessoas privadas de liberdade (86,51%) e 8.588 pessoas com comorbidades (33,45%).

De acordo com a enfermeira coordenadora da Vigilância Epidemiológica (VE), Maria do Carmo Possidente, a vacinação é forma eficiente de combater as formas graves das doenças. “Completar o esquema vacinal, com todas as doses específicas para cada grupo é essencial para prevenção das formas graves da COVID-19 ou das variações da Influenza.

“Nas pessoas idosos, a imunidade da vacina vai perdendo sua capacidade de proteção ao longo do tempo, por isso é importante que recebam as doses adicionais conforme as definições do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde”, comenta.

Via Prefeitura de Jundiaí

Compartilhe essa notícia

Ex-ministro da educação é preso

Batizada de Acesso Pago, operação que prendeu o ex-ministro investiga prática de tráfico de influência e corrupção na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação. Ex-ministro da Educação do governo

Leia mais »

Inscreva-se em nossa news

Em nossa região

Preencha as informações

Oferecemos uma forma auxiliar para ajudar em buscas de pessoas desaparecidas. Pedimos que entre em contato com as centrais de policia mais próxima.

Preencha as informações

Só envie os dados se já tiver procurado as autoridades