Motociclista embriagado atropela e mata mulher

Homem confessou à Polícia Militar que havia bebido, usado drogas, e foi preso. Outra mulher que estava com a vítima também foi atingida, ficou ferida e foi socorrida ao hospital.

Um motociclista embriagado atropelou e matou uma mulher de 42 anos no bairro Jardim Fernanda, na noite de terça-feira (21), em Campinas (SP).

O homem confessou à Polícia Militar que havia bebido, usado drogas, e foi preso. Outra mulher que estava com a vítima também foi atingida e teve ferimentos na cabeça, além de uma fratura exposta. Ela foi socorrida ao hospital.

As duas mulheres, que são cozinheiras, voltavam a pé do trabalho quando foram atropeladas pela motocicleta. À polícia, o condutor de 23 anos disse que não viu as vítimas atravessando a rua.

Quando a corporação chegou, a moto já não estava mais no local. No entanto, pelos pedaços que ficaram espalhados pela pista, foi possível identificar que se tratava de um veículo de alta cilindrada e de luxo – modelo BMW.

O motociclista tentou fugir do local junto com a namorada, mas foi preso. Ele fez o teste do bafômetro na delegacia e a embriaguez foi constatada.

O jovem também estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida.

Ele vai responder por homicídio culposo, embriaguez ao volante e porte de entorpecentes. A mulher que ficou ferida foi socorrida ao Hospital Municipal Doutor Mário Gatti.

O estado de saúde é estável e ela aguarda reavaliação para cirurgia.

Compartilhe essa notícia

Quem foi: Madre Teresa de Calcutá?

Madre Teresa foi a fundadora da Ordem das Missionárias da Caridade, uma congregação católica romana de mulheres dedicadas a ajudar os pobres. Considerada uma das maiores humanitárias do século XX, foi canonizada como Santa Teresa de Calcutá em 2016. Quem

Leia mais »

Inscreva-se em nossa news

Em nossa região

Preencha as informações

Oferecemos uma forma auxiliar para ajudar em buscas de pessoas desaparecidas. Pedimos que entre em contato com as centrais de policia mais próxima.

Preencha as informações

Só envie os dados se já tiver procurado as autoridades